segunda-feira, 8 de outubro de 2007

PBP2007 - Análise dos resultados II

Abaixo tem um gráfico que mostra a chegada dos atletas em função do tempo de prova. Os primeiros conseguiram completar os 1.227 km do PBP em menos de 45 horas!!! À partir desse horário, o pessoal começou a chegar aos poucos até as 70 horas de prova, quando o número de atletas que terminavam a prova começou a crescer. O número máximo de atletas chegou entre 88 e 89 horas, quando chegaram em média 8 atletas por minuto!!


Esse gráfico é muito semelhante ao anteriormente comentado, a única diferença é que ele acumula em percentual todos os ciclistas que terminaram o PBP. Cerca de 55% dos ciclistas chegaram nas últimas 10 horas de prova. Além disso, 60 dos ciclistas que "estouraram" o tempo limite tiveram os seus tempos de prova "arredondados" para 90 horas. É o caso do Erich Brack que completou o PBP em 90 horas e 39 minutos.

Quem não acompanhou o desenrolar da prova aqui no blog pode estranhar o fato de que teve gente com mais de 90 horas sendo brevetado. A explicação que nos chegou, é que a direção de prova deu 2 horas a mais do que o tempo limite de 90 horas em função do mau tempo que foi uma constante nesse PBP. Mas parece que essa explicação ainda não é a adequada, pois o Luiz Roberto Velho Lazary completou a prova em 91 horas e 57 minutos consta na relação como se estivesse chegado fora do tempo.

2 comentários:

9 de out de 2007 10:01:00
Calvete disse...

Kieling, a explicação que me foi dada, pela organização durante a prova, era de que essas 2 horas de tolerância valiam só para os PCs. A chegada teria que ser dentro das 90 horas, ou seja, esse tempo deveria ser recuperado.

9 de out de 2007 12:29:00
Kieling disse...

Calvete, obrigado pela visita e pelo comentário!

As coisas começam a ficar mais claras, mas mesmo assim é impossível que 60 ciclistas tenham feito exatas 90 horas nessa edição do PBP.

Por tudo o que foi comentado sobre essa edição da prova, chegar ao fim já é uma grande conquista!!

Kieling

Postar um comentário